Home ADCAP na ImprensaADCAP NA IMPRENSA “STF reconhece ADCAP como “entidade com representatividade nacional”

“STF reconhece ADCAP como “entidade com representatividade nacional”

14 de novembro de 2013
“STF reconhece ADCAP como “entidade com representatividade nacional”

ADCAP News

O Supremo Tribunal Federal deferiu o pedido da ADCAP NACIONAL para ingressar como Amigo da Causa (Amicus Curiae) em processo sobre a Incidência de ICMS no transporte de encomendas pela ECT. Quase todos os estados da federação estão contra os Correios e, a favor, apenas agora a ADCAP.

Saiba mais sobre o processo através do link: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=181246&caixaBusca=N

Importante também destacar o reconhecimento, por parte do STF, de que a ADCAP “preenche todos os requisitos necessários” e que “trata-se de uma entidade com representatividade nacional”, ou seja, uma entidade de classe de âmbito nacional.

Veja, abaixo, a íntegra da publicação do deferimento do pleito da ADCAP, representada pelo advogado Dr. Juliano Costa Couto.

 

CLIENTE: JULIANO RICARDO DE VASCONCELOS COSTA COUTO
DIÁRIO DA JUSTIÇA – SEÇÃO 1 – No. 225 Div: 13/11/2013    |   Pub: 14/11/2013
Pág.: 228 PROC No.: 627.051

Controle

255.1

Trib.: STF
Vara: SECRETARIA JUDICIÁRIA
       

SECRETARIA JUDICIÁRIA

Decisões e Despachos dos Relatores

PROCESSOS ORIGINÁRIOS

RECURSO EXTRAORDINÁRIO 627.051                           (675)

ORIGEM       : AMS – 200283000001463 – TRIBUNAL REGIONAL

FEDERAL 5A. REGIAO

PROCED.      : PERNAMBUCO

RELATOR      :MIN. DIAS TOFFOLI

RECTE.(S)               : EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E

TELÉGRAFOS

ADV.(A/S)               : RAPHAEL RIBEIRO BERTONI E OUTRO(A/S)

RECDO.(A/S)             : ESTADO DE PERNAMBUCO

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE

PERNAMBUCO

AM. CURIAE.             : ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS SECRETARIAS DE

FINANÇAS DAS CAPITAIS BRASILEIRAS – ABRASF

ADV.(A/S)               : RICARDO ALMEIDA RIBEIRO DA SILVA

AM. CURIAE.             : ESTADO DE SÃO PAULO

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE SAO PAULO

AM. CURIAE.             : MUNICIPIO DE BELO HORIZONTE

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR MUNICIPAL

AM. CURIAE.             : ESTADO DE GOIAS

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DO AMAZONAS

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DE RONDÔNIA

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DO PIAUI

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DA PARAIBA

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DE PERNAMBUCO

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DE MATO GROSSO

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DE SANTA CATARINA

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

PROC.(A/S)(ES)          : PROCURADOR DO ESTADO

AM. CURIAE.             : ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DOS CORREIOS- ADCAP

ADV.(A/S)               : JULIANO RICARDO DE VASCONCELOS COSTA COUTO

DESPACHO:

Vistos,

Associação dos Profissionais dos Correios – ADCAP requereu o seu ingresso no feito como amicus curiae, conforme petição de fls. 654/658, protocolizada em 1º de agosto de 2013.

Decido.

Verifico que o pedido de admissão no feito na qualidade de amicus curiae foi protocolizado em data anterior a inclusão do feito em pauta de julgamento pelo Plenário da Corte, motivo pelo qual passo à sua análise.

Dispõe o artigo 543-A, § 6º, do Código de Processo Civil:

O Relator poderá admitir, na análise da repercussão geral, a manifestação de terceiros, subscrita por procurador habilitado, nos termos do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal .

O artigo 323, § 2º, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal, por sua vez, disciplinou a matéria nos seguintes termos:

Mediante decisão irrecorrível, poderá o(a) Relator(a) admitir de ofício ou a requerimento, em prazo que fixar, a anifestação de terceiros, subscrita por procurador habilitado, sobre a questão da repercussão geral .

Acerca desse tema, extrai-se do voto do Ministro Celso de Mello , relator da ADI nº 3.045/DF, o seguinte trecho que bem aborda a questão:

(…) a intervenção do amicus curiae , para legitimar-se, deve apoiar-se em razões que tornem desejável e útil a sua atuação processual na causa, em ordem a proporcionar meios que viabilizem uma adequada resolução do litígio constitucional .

A ADCAP preenche os requisitos necessários para o seu ingresso na causa na qualidade de amicus curiae. Trata-se de entidade com representatividade nacional e os seus interesses guardam pertinência com a matéria relativa à imunidade recíproca do ICMS, objeto do recurso extraordinário.

Ante o exposto, nos termos do artigo 323, § 2º, do RISTF, defiro o pedido de ingresso no feito, na qualidade amicus curiae, e determino à Secretaria Judiciária que inclua na autuação o nome do peticionário e de seu representante legal.

Publique-se.

Brasília, 6 de novembro de 2013

Ministro DIAS TOFFOLI

Relator

Documento assinado digitalmente

Republicado por ter saído com incorreção do Diário de Justiça nº 223 em

11/11/2013.

Atenciosamente,

Diretoria Executiva da ADCAP Nacional.

Ficha_Inscricao

0 comente
0

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário